quinta-feira, 5 de julho de 2012


"Deito-me a pensar em ti e acordo a pensar em nós"

Questiono-me sobre como consegues ter o poder que tens sobre mim, é extraordinário não achas? Como és tão puro, meu amor? Tão simples, tão sem manias, tão sincero, e, confesso, tão lindo? Gostava que gravasses o meu sorriso no teu peito e o guardasses para sempre. Sou sempre tua, seja o que for, hei-de ser sempre tua. Eu respiro o teu perfume e renovo as minhas energias. Por momentos sinto o meu coração a parar e a suplicar que nunca deixes de sorrir desse teu jeito meigo. E oh, sabes, eu gosto quando ficas a contemplar-me ao longe com aqueles olhinhos verdes de coelhinho e com aquela meiguice que hei-de, um dia , descobrir como consegues manter. Eu reclamo quando me mexes no cabelo e me olhas nos olhos, mas eu adoro, só não suporto porque sinto o meu coração a bater cada vez mais e o meu corpo a derreter-se, como se fosses o meu Sol. Eu acho que é por isso que não gostas que te faça cócegas. Também ficas sem respirar, eu conheço-te. Porque é que às vezes escondes o que sentes? Não tens que ter medo. Quero ser sempre eu e tu, sabes disso. Amo-te, mais uma vez. 

11 comentários:

Aurora disse...

quando quiseres, meu bem. mais uma vez, adorei <3

listen to your heart disse...

sei sim linda :o

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

gostas querida? <3

Patrícia disse...

escreves tão bem. adorei mesmo, tal como adoro o vosso amor! amo-te muito

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

está LIIIINDO!

@lice B. disse...

é muito sentimento querida :)
vou seguir * se quiseres, passa no meu cantinho :p

sofia m. disse...

Ó mesmo? Obrigada querida :)
Amei o post!

listen to your heart disse...

oh, porque?

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

de nada querida <3

branwyn disse...

que lindo :o :)

@lice B. disse...

um sentimento forte tem esse poder ! :)