sábado, 8 de janeiro de 2011

e se fosse contigo ?

Ás vezes questiono-me o porquê de haver tantas injustiças no mundo, o porquê de tantas crianças passarem fome, não terem nada para vestir, andarem descalças, e nem sequer saberem o que é um brinquedo, e aí percebo que eu, e muitos de nós nos queixamos de barriga cheia. Quem dera a muitas dessas crianças terem metade do que eu/nós temos. Às vezes aborreço-me por coisas sem jeito, queixo-me da minha vida, e acho uma chatice quando me dão peixe e me apetecia carne, quando me dão adidas e eu queria nike, quando tenho de acordar cedo para ir para a escola, e esqueço-me que esses meninos não têm nem carne nem peixe, nem adidas nem nike, nem sequer hípotese de ir à escola, e que se lhe déssemos um pouco de carinho para eles seria a melhor prenda do Mundo. É após esta curta, mas sentida reflexão que creio que somos todos um pouco egoístas, e que só olhamos para o nosso umbigo. A solidariedade para mim não devia ter limites, porque devemos sempre tentar ajudar os outros, apesar das nossas dificuldades. É isso que tento fazer, e por isso mesmo quis deixar o meu testemunho para que quem leia este post "abra os olhos" para a realidade com que nos cruzamos no dia-a-dia. Por isso acho que não devemos cruzar os braços e ajudar ao máximo, porque um dia podemos ser nós a passar por isso.


3 comentários:

Patrícia Amado disse...

concordo plenamente meu amor, adorei ♥

Beatriz Navarro. disse...

concordo, gostei desta reflexão

Mapgwi disse...

está lindo e bastante realístico mesmo *